explore

Veja 5 lendas sobre o eclipse na antiguidade

lua
Thinkstock

Hoje é sabido que o eclipse ocorre quando a Terra fica entre o sol e a lua. Então, a lua “desaparece” quando fica exatamente na sombra (zona umbra) de nosso planeta. É sabido também que, durante o eclipse, a lua fica avermelhada porque os raios de sol, filtrados pela atmosfera da Terra, dispersam a cor vermelha na lua.  No entanto, antigamente as pessoas não tinham conhecimento suficiente sobre isso e buscavam respostas para o acontecimento. Foi então que surgiram diversas lendas e mitos por trás deste fenômeno:Veja quais são eles:#1 Um jaguar faminto

jaguar
Thinkstock

Os incas tinham muito conhecimento sobre astronomia, mas não podiam prever eclipses. Eles acreditavam que um enorme jaguar atacava a lua, e temiam que o animal faminto atacasse a Terra também, por isso, realizavam diversos rituais para afastá-lo.#2 Um dublê para o rei

coroa
Thinkstock

Na antiga Mesopotâmia, os eclipeses lunares não eram vistos com bons olhos. Eles acreditavam que a lua estava sendo atacada por demônios. Relacionavam o que acontecia no céu com o que acontecia na Terra e, como o rei era o representante da Terra, um eclipse era considerado um ataque ao seu rei.Como o povo era capaz de prever o acontecimento, substituía o rei por um cidadão "menos importante" para que ele fosse atacado no lugar do rei.#3 Pets impacientes

gato 2
Thinkstock

Para os Hupas, povo da Califórnia, um eclipse também era sinal de que a lua estava sendo atacada. Acreditavam que, além de 20 esposas, a lua tinha muitos animais de estimação, aparentemente não muito dóceis. Quando a lua se esquecia de alimentá-los, eles a atacavam.O “sofrimento” da lua acabava quando as esposas chegavam para ajudá-la.#4 Um urso conturbado

urso
Thinkstock

Também na Califórnia, o povo Pomo tinha uma explicação diferente para o eclipse solar e lunar. Segundo suas histórias, o problema começava quando um urso colidia com o sol, enquanto caminhava pela Via Láctea. O sol, teimoso, recusava a sair do caminho, começando uma terrível briga, até que o urso o “eclipsava”. O mesmo acontecia com a lua se estivesse em seu caminho.#5 Um final romântico

maodada
Thinkstock

O povo Tlingit, do noroeste dos Estados Unidos, tinha uma explicação mais romântica para este acontecimento. Segundo eles, o eclipse acontecia quando o sol e a lua, que formavam um casal, estavam fazendo amor e precisavam de um momento a sós na escuridão.