explore

Descubra o mistério por trás das estátuas que choram

estatuasilencio think
Getty Images

As estátuas que choram lágrimas perfumadas ou sangue são bastante populares e atraem a um grande número de crentes ansiosos por admirar o milagre ou descobrir a fraude. Estas estátuas são em sua grande maioria da Virgem Maria, que dentro da religião católica tem um papel de mãe e protetora dos seres humanos. Entre as suas diferentes características se destacam sua piedade pela humanidade, por quem sempre roga perante a Deus.

Leia também: 10 coisas que a ciência nunca conseguiu explicar

O fato dessas estátuas chorarem confirma a crença como se fosse um presságio de Deus.

O que diz a Igreja Católica

estatuasquechoram getty
Getty Images

Durante séculos a Igreja tentou apoiar e aprovar durante séculos todos os tipos de aparições demoníacas ou divinas, especialmente na Idade das Trevas, mas agora ela é bastante criteriosa na hora de reconhecer esses supostos milagres.

Quando surgem os casos de estátuas milagrosas, a Igreja é a principal interessada em revelar o mistério, mas também em desmascarar fraudes, não temendo expô-las. Ela é a principal cética nestes casos.

Milagre Artificial

crentes getty
Getty Images

Pode parecer bem óbvio, mas sim, as estátuas choram, e não é graças ao divino, e sim ao ser humano. A maioria dos casos são investigados pela Igreja Católica e definidos como fraudes. Eles podem ter diversas explicações, e em muitas ocasiões foram realizados estudos sobre a origem das lágrimas, que se revelaram ser de humanos. Um exemplo foi as que brotavam dos olhos de Vincenzo Di Costanzo, da Igreja de Santa Lucia, na Itália.

Por outro lado, quanto às lágrimas 'normais' curiosamente produzidas, o professor Luigi Garlaschelli explica: “É preciso de estátua oca de gesso ou de cerâmica, coberta por uma capa impermeável. Se preenche a estátua com a água por meio de um orifício imperceptível na parte superior, que é absorvida pelo material poroso e impedida de sair pela capa exterior. Mas se faz um pequeno rasgo no verniz protetor na parte dos olhos onde saem as lágrimas, e a água que foi absorvida sairá por ali, como se fosse lágrimas”.

Veja também: Veja 8 histórias mal assombradas da vida real

É claro que existem outras explicações, algumas nem tem a ver com a ação direta do ser humano, e são parte de fenômenos naturais, como a condensação, em que parte da água gaseificada (que está no ar) se transforma em água líquida.

estatuasquechoram think
Getty Images

Há também supostas pinturas que choram, mas nenhuma foi reconhecida ainda pela Igreja Católica - são consideradas fraudes.

Um dos casos reconhecidos pela instituição aconteceu em Siracusa, na Sicília, em 1953. O segundo caso famoso foi o da Nossa Senhora de Akita, no Japão, em 1988.

Motivo para ter fé

Essas fraudes não são realizadas para que alguém lucre. A ideia é transmitir esperança, medo ou arrependimento, e assim aumentar a das pessoas.

Isso não é algo novo. Diferentes religiões e culturas o praticam ou já praticaram. A grega e a romana, por exemplo, usavam estátuas em seus templos, com mecanismo a vapor que faziam emergir lágrimas.

Leia também: 9 asquerosas, porém interessantes, curiosidades sobre a Idade Média