Veja lista com dez curiosidades sobre a cantora Pitty

[[{"fid":"1000774","view_mode":"default","fields":{"format":"default"},"type":"media","link_text":null,"attributes":{"alt":"Pitty está entre as principais atrações brasileiras do Lollapalooza","title":"Pitty está entre as principais atrações brasileiras do Lollapalooza","style":"font-size: 13.0080003738403px; line-height: 1.538em;","class":"media-element file-default"}}]]Pitty passou por momentos díficeis recentemente. Uma disfunção hormonal a levou para a UTI de um hospital. Na mesma época, o guitarrista e companheiro de banda Peu Sousa se suicidou. Ainda houve a saída turbulenta do baixista Joe Gomes da banda, que a processou. Todo este turbilhão de emoções culminou com SETEVIDAS, disco lançado em 2014 e base do show que a cantora, mais segura e mais feminina, fará no Lollapalooza. Confira dez curiosidades sobre a roqueira baiana:

1 - Antes de montar a banda que leva seu nome, Pitty fez parte das bandas Inkoma (como vocalista) e Shes (como baterista). Para o Inkoma ela compunha com a boca, fazendo sons dos hits para mostrar aos outros integrantes o que queriam que fizessem com os instrumentos.

2 - Pitty se casou com o baterista Daniel Weksler, do NX Zero, em 2010. Eles namoravam desde 2006. Na festa, muitos convidados do showbiz, como Lobão e Marcelo D2 e uma cena inusitada: a noiva, toda de vernelho, dançou “Rock N’ Roll All Nite”, do Kiss, no lugar da valsa.

3 - Pitty diz ter se acostumado com músicas transformadoras e subversivas desde a infância, já que o pai, dono de um bar, colocava fitas de Raul Seixas para tocar no estabelecimento, em Porto Seguro, na Bahia. Às sextas-feiras, o pai se apresentava com um violão neste mesmo bar.

4 - O apelido Pitty foi dado à roqueira Priscila devido à sua estatura.

5 - Depois do fim da banda de hardcore Inkoma, Pitty aprendeu a tocar violão e foi estudar música na Universidade Federal da Bahia (onde Tom Zé estudou). 

6 - O primeiro grande passo para a carreira solo foi dado quando Pitty recebeu o telefonema do produtor Rafael Ramos (Los Hermanos, Raimundos), cujo selo havia lançado o Inkoma, banda de hardcore de Pitty. Ele soube que a roqueira estava compondo e pediu uma fita com músicas só em voz e violão.

7 - Logo no primeiro disco Pitty mostrou suas referências literárias para compor: “Admirável Mundo Novo” (Aldous Huxley), O Lobo (referência ao filósofo inglês Thomas Hobbes) e Temporal (inspirada em um conto de Edgar Allan Poe).

8 - Pitty tem dois gatos em casa: BIllie (presente da escritora Clara Averbuck) e Charlie. A gata Nêga, que aparece na capa do disco SETEVIDAS, lançado em 2014, morreu poucos dias depois da sessão de fotos para o disco.

9 - A roqueira afirma ter dificuldades com a fama. “Não sou celebridade. Sou uma cantora, uma artista, tenho uma banda de rock...se eu entro em um restaurante e fica todo mundo olhando pra mim, morro de vergonha. Não sei lidar. E nem sou tímida, só não gosto de ser observada.”

10 - Pitty revela que para se firmar no meio machista do rock, principalmente o hardcore, no começo de carreira, ela era um “moleque”. “Não depilava as pernas, era contra tudo”, ri a baiana, que agora se sente muito mais feminina com a maturidade. A fase “perna cabeluda” foi nos tempos do Inkoma, sua primeira banda.