7 razões para assistir à série “Magnífica 70”

Magnífica 70 Adriano Garib Simone Spoladore

Entrou na reta final a série brasileira “Magnifica 70”, produção da Conspiração Filmes e da HBO Brasil, exibida na TV a cabo pela emissora.  O programa teve 10 episódios e vale a pena ser assistido porque conta um pouco da história do Brasil e de São Paulo e tem grandes atuações, ótima fotografia e direção de arte.A série é narrada no começo dos anos 70, momento de crise Boca do Lixo, região que acabou batizando o cinema paulistano dos anos 20 e 30 com a presente de majors como Fox e Paramount, mas que nos anos de chumbo tornou-se centro do cinema marginal. Se fazer filmes hoje no Brasil já é difícil, naquela época era tarefa para heróis, já que tinham que driblar a falta de dinheiro, estrutura, equipamentos e a censura. Além disso, filmar naquela época ainda era mais caro porque não existia o vídeo digital. Películas e suas revelações sempre tiveram alto valor.Confira 7 razões para assistir à série:1 - A alta qualidade da direção de arte transporta o telespectador para a São Paulo dos anos 70. Roupas, decoração, costumes, carros. Quem não viveu aquela época tem uma ótima chance de saber como era;2 - Fotografia sensacional: luzes muito bem usadas, cores muito bem pensadas. Tudo se encaixa e faz sentido. Nota-se que o o departamento de fotografia pensou tudo em conjunto com a arte e nada parece fora do lugar. As luzes das locações são usadas de forma que parecem reais, como um abajur iluminando uma cena (e claramente sabemos que não é);3 - Grandes atuações: uma das principais qualidades da série é o casting: os quatro atores principais são Marcos Winter, Simone Spoladore, Adriano Garib e Maria Luísa Mendonça, todos muito bem em seus papéis;4 - Para quem gosta de cinema, é uma boa forma de entender como é feito cinema de baixo orçamento. Alguns dos elementos da história valem até hoje. Como decisões arbitrárias para conter o orçamento ou decisões arbitrárias pensando no sucesso de público do filme;5 - A série resgata grandes talentos da dramaturgia nacional que estavam esquecidos do grande público, como Marcos Winter, Paulo César Pereio e Stepan Nercessian;6-  Tem amor proibido, suspense, risco de morte, risco de tudo dar errado, traição, assassinato mal resolvido. Ou seja, tem tudo o que uma boa história deve ter;7 - Tem a lembrança da censura da ditadura militar, a censura e o medo que rondava a sociedade. Pode parecer chover no molhado, mas quem sabe uma série não ajuda algumas pessoas que não viveram a ditadura, mas pedem a sua volta, a enxergar melhor o que estão reivindicando? Afinal de contas parece que as escolas não têm conseguido relatar a história direito...Veja o trailer da série:https://www.youtube.com/watch?v=bwGmzaw6O60