mulher

Algumas pessoas permanecem solteiras por “excesso” de autoestima, dizem estudiosos

narcisismo egocentrismo confianca 1216 1400x800
Voyagerix/istock

Se você se olha no espelho e se acha linda, sexy, poderosa, ainda se considera extremamente inteligente e divertida, é capaz de ficar chocada quando percebe que ainda está solteira. Sua autoestima é até admirável, mas talvez o exagero na autoconfiança pode ser justamente a causa pela qual você não encontra um parceiro.

Como a autoestima influencia nos relacionamentos amorosos

Em um artigo publicado no site Elite Daily, a escritora Candice Jalili revela que estudos indicam que algumas pessoas permanecem solteiras por “excesso” de autoestima e explica as razões. Segundo pesquisas, a atual geração de jovens crescerem tão focados em reconhecer o amor próprio que perderam a habilidade em amar o próximo.

narcisista como e 1116 1400x800
Ollyy/Shutterstock

Jovens nascidos entre os anos de 1982 e 1999 cresceram em uma espécie de "movimento pró-autoestima" tão intenso que ajudaram a formar um "exército de uma pessoa". Conselhos de pais e educadores incentivaram a total liberdade de expressão e comportamento e, invariavelmente, pregaram “o quão especial” cada pessoa era. O conceito de trabalhar a segurança é válido, mas pode prejudicar os relacionamentos amorosos quando levado às últimas consequências.

Ao entenderem de forma exagerada que são autossuficientes e “incríveis”, os jovens podem equivocadamente pensar que não precisam de ninguém e ainda encontrarem dificuldade maior em aceitar pequenos defeitos e imperfeições no parceiro. Além disso, teriam também problemas em admitir vulnerabilidades, abandonar as próprias vontades e ceder, característica importante em qualquer relação a dois.

Relacionamentos amorosos